Nerd Pai D'égua

Amigos Nerds de Belém que gostam muito de várias coisas

Arquivos de tags: PS3

Street Fighter 25th Anniversary Collection Set…..Indescritível

Não tem como descrever com palavras o que esta edição especial significa, logo o máximo que vou fazer é contar para vocês tudo o que vem nela de forma detalhada mais o vídeo mostrando para como ela é.

Bom, os jogos que vem nesta edição são:

– Street Fighter Alpha do PSOne

– Street Fighter Alpha 2 do PSOne

– Street Fighter Alpha 3 do PSOne

– Street Fighter Alpha 3 Max do PSP

– Street Fighter 3rd Strike Online + DLCs

– Street Fighter 2 Turbo HD Remix

– Street Fighter IV Arcade Edition + DLCs

– Street Fighter X Tekken + DLCs

São 194 itens para download contando com os avatares e o]s jogos listados acima. Além disso vem o documentário: “I Am Street Fighter” mais as animações: Street Fighter 2: The Animated Movie, Street Fighter IV: The Ties that Binds, Super Street Fighter IV OVA e a série ridícula que passou no SBT Street Fighter: The Animated Series. Lembrando que todas as animações vem somente com áudio e legendas em inglês.

Levando em consideração as animações no box, posso dizer que elas foram escolhidas por algum americano estúpido pois a única que presta de fato é o filme animado que inclusive, assisti dublado à muito tempo atrás, nos cinemas daqui. O documentário não tem como dizer que é ruim porque ele é muito bom, imperdível para qualquer fã de Street.

Vamos falar da estatueta, ela não é rica em detalhes mas a disposição em que colocaram o Ryu executando o shoryuken com as luzes acesas é de um valor estético sem igual, é maravilhosa.

O livro de tributo a série vem recheado de ilustraçoes de artistas de vários países e inclusive, tem a de um brasileiro, que por sinal é muito bacana.

Agora o charme mesmo dessa coleção são os discos com as trilhas sonoras dos principais jogos da série. As trilhas se dividem em: Street Fighter, Street Fighter 2 turbo, Street fighter 3 3rd Strike, Street Fighter Alpha 3, Street Fighter IV, Street Fighter X Tekken, Mixes feitos por fãs e Músicas originais feitas por fãs. São 11 discos no total é são todos, espetacularmente todos muito bons.

Por fim, Temos a faixa preta do Ryu que ficou muito bem feito e serve, caso você faça alguma arte marcial que possa utilizar a faixa.

Sem mais demora, fiquem com o vídeo desta pessoa que vos escreve abrindo essa preciosidade.

Final Fight Double Impact…O Clássico no Lixo

 

O título é lindo mas o jogo...

Fala galera! hoje estou trazendo para vocês este antigo review para salvar mais algumas pessoas do jogo Final Fight Double Impact que todos esperavam que fosse ficar uma beleza de lindo mas que terminou ficando uma beleza de tosco. “Como assim?” vocês devem estar se perguntando pois então continuem lendo para saber os motivos deste ter sido um dos maiores fracassos da Capcom em termos de remake mas que ninguém conseguiu admitir.

O jogo foi lançado neste mês de abril para XBox Live e Playstation Network e desde que foi anunciado, vem sendo esperado por muitos fans. Para vocês terem uma idéia, minha namorada comprou um cartão da PSN pelo ML só para poder jogar o Final Fight no lançamento.

Outro detalhe sobre este lançamento é o nome Double Impact, que não quer dizer novidade e sim que Final Fight vem junto com o antigo Magic Sword onde você é um guerreiro que sai limando todo mundo pela frente até chegar no topo da torre para arrebentar com o último chefe e fazer sua escolha pelo bem ou mau.

Bom, vamos ao jogo. De cara a interface é bem bacana, um arcade dentro de um cenário todo detonado que lembra os cenários de Final Fight. Neste cenário você pode ver de longe o arcade original do jogo, passando as imagens e ainda escutar o som do jogo rolando enquanto faz suas configurações. Nesta hora, temos a opção de trocar de jogo e damos de cara com um local logo atrás de Final Fight, só que agora caracterizando o ambiente de Magic Sword e com o arcade original do mesmo.

Os gabinetes virtuais de Final Fight e Magic Sword

 

Dentro das as opções de modo de jogo para ambos, temos a opção cabinet onde você pode jogar vendo uma parte do arcade e a tela do jogo (pessoalmente está é a melhor), centralizada, com zoom e em widescreen (sem dúvida a pior). Quanto a melhoria gráfica, você tem a disposição os modos arcade, clássico, suavizado e com contraste e formas mais marcadas (crisp).

Na ordem: Arcade, Clássico, Suavizado e Crisp

 

O jogo continua o bom e velho Final Fight que todos adoramos ou seja, nada foi tirado ou acrescentado. A jogabilidade continua a mesma inclusive os mesmos macetes velhos de guerra funcionam que é uma beleza.

Esse desenho foi triste

Os Acréscimos neste “remake” foram: o modo online “Join in”, onde você pode entrar em qualquer jogo como se estivesse colocando uma ficha num arcade; o multiplayer e a seção do cofre (vault), onde você destrava uma série de ilustrações, imagens, páginas do quadrinho do Final Fight feitas pelo estúdio Udon e até mesmo um episódio especial com a galera do Final Fight em um antigo desenho do Street Fighter que passava no SBT.

 

Fora isso, de novo não tem mais nada e ainda tem mais, na versão para PS3 a empresa que produziu o jogo anulou a possibilidade de quem compra o jogo poder compartilhar e caso você o faça, o jogo fica bloqueado por 24 horas depois que alguém que compartilhou jogou. Conclusão, galera que gosta de fazer vaquinha ou comprar no ML, nem tentem porque é barca furada. A Capcom já apareceu para pedir desculpas por essa grande bobagem mas não confirmou se vai ou não corrigir esta grande bobagem. Os coitados estão pensando que não estão vendendo porque a galera está se reunindo para comprar e não porque os remakes deles estão decaindo.

Finalizando, o jogo é o bom mas convenhamos, quando você vende um conceito de remake e no fim aparece com a mesma coisa, é uma falha. Não precisa mudar o jogo mas dar uma guaribada no visual é fundamental nessas horas. Isso decepcionou muitos que estavam loucos pelo remake desse jogo mas também existem os cegos que preferem assim. E eu só tenho uma coisa para falar pra esses, joguem o emulador então que é bem melhor ou comprem um arcade do Final Fight.

Alguns bons exemplos de excelentes remakes são o Turtles in Time, que ficou uma beleza e preservou toda a jogabilidade; Prince of Persia, foi transformado em um 2,5D mas continuou com tudo como foi deixado no primeirão que saiu; After Burner Climax; 1942 ficou fantástico e o Sparkster ou Rocket Knight.

Sonic 4…só um cego diz que é bom

Olá pessoal, desculpem pelo título caso alguém tenha gostado desse jogo mas lamento informar que este é um belo exemplo de jogo mal feito.

até o Sonic diz não para esse jogo

 

Se decepção matasse eu teria morrido no momento em que comecei a primeira fase desse lixo. Muitos devem estar se perguntando: “Como que esse retardado tá falando mal de algo que muitos falaram bem e o jogo até bateu recorde de vendas?”. Eu explico pessoal, o primeiro elemento que faz Sonic4 ser uma porcaria é quando você identifica a diferença de detalhes do cenário para o porco-espinho. A diferença é gritante na quantidade de tons que existem no cenário e no modelo 3d do sonic, é terrível, parece que o Sonic foi colado no cenário. Outra característica que reforça ainda mais o que eu digo é quando você começa a andar com o sonic, literalmente o pé de Sonic atravessa o cenário. Muitos pensam o seguinte quando vêem isso: ” Que cara otário, é que nem os jogos onde você saia batendo nos inimigos, o cenário é meio inclinado. Bom eu digo para vocês que é bem diferente pois o princípio funciona desta forma: Caso o cenário fosse um pouco inclinado, sempre iriamos ver uma parte do topo do resto do cenário devido a perspectiva e galera não é isso que acontece como vocês podem ver nas fotos. O pior é quando você deixa o Sonic parado por um tempo e ele se deita no chão, dá para ver ele deitado no brilho do cenário e não no topo. Para finalizar com a parte gráfica, caso alguém duvide, deixe o Sonic parado e ele ficará acima do brilho e sobre o chão.

A linha vermelha marca o topo do cenário

 

Uma característica que sempre marcou os bons jogos do Sonic foi o áudio fomado pelas músicas que hoje estão presentes no Video Games Live e nos efeitos sonoros que até hoje estão na mente dos que jogaram Sonic. Quanto aos efeitos sonoros o jogo esta OK, ou seja, estragaram as músicas. As músicas das fases estão terríveis, no primeiro momento as músicas não incomodam tanto mas no decorrer do jogo as músicas passam a incomodar muito pois não acompanham o ritmo do jogo. As músicas simplesmente passam a impressão de que tudo foi feito as pressas sem um pingo de respeito pelos fãs que aguardavam tanto este jogo.

Por favor preciso de algo para me ajudar a correr

A jogabildiade é a mesma velha conhecida dos que já jogaram outros Sonics a única diferença é quanto a velocidade.

Muitos estão reclamando da física mas o problema não é esse de fato porque a física esta ok, o problema mesmo se encontra na falta de velocidade que acaba dando a impressão de que a física é falha. O Sonic sempre precisou doambiente para ganhar velocidade mas nesse jogo o deixaram completamente dependente de tudo ao seu redor. Você precisa recorrer as molas, tuneis, loopings, inimigos, cordas que balançam e todo o resto para poder ganhar um bom impulso porque se não você vai acabar jogando com um lesma. Nem parece o mesmo porco espinho que conseguia ganhar um bom impulso bastando alguns passos. Fora esse detalhe a jogabilidade é a mesma, sem tirar nem por.

Bom, não existe história para esse jogo pois ele se baseia no esquema de ranking, ou seja, sua colocação no ranking Online depende diretamente de sua pontuação em cada fase. Para quem gosta de ranking é um prato cheio agora para quem busca, nem que seja pelo menos salvar uma penca de animais das garras do Dr Robotinic e pegar todas esmeraldas, sinto muito mas este jogo não é para vocês.

Desculpe Robotinik mas você é só de enfeite nesse Sonic

 

O replay do jogo se sustenta no simples fato de que Sonic 4 dá aos jogadores a possibilidade de tentarem várias vezes diminuir o tempo de fechamento das fases para subirem no ranking. Outra forma de replay são os troféus e achievements disponíveis no PS3 e no 360 mas se você não liga para isso e nem para fazer speedruns, este jogo definitivamente não tem replay para você.

Para finalizar vamos as notas de cada quesito: Gráficos merecem um 4, o Áudio merece um 3 por preservarem os efeitos sonoros, jogabilidade 7, História 2, Replay 6. No total o jogo ganhou nota 6,4 o que só reflete sua jogabilidade e sua taxa  de replay com as devidas condições apontadas no review. Contudo, caros fãs de Sonic, não chorem pois Sonic Colors, ao contrário do que muuuuuuitos babacas falam, é perfeito.

Sonic você não conseguiu desta vez

Abraço a todos e até a próxima.